DEPRESSÃO: NAVIO À DERIVA

Parece que a vida não quer reconhecer o teu justo valor! Quantas vezes você tenta, sem conseguir o resultado que tanto almeja. Podemos definir o rumo de tua vida como um barco a deriva, você sabe que deve levar tua vida para um porto seguro, mas esta atrapalhado e não conhece as técnicas da boa navegação pela vida. Nessas horas parece que o próprio Deus te abandonou. 
Quem realmente comanda tua vida é o teu subconsciente, e quando recebe ordens para dirigir o navio para alto mar, (evitando assim os rochedos que podem afundá-lo) ele não obedece ao teu comando e o navio fica sem capitão, sem rumo definido até o desastre.

Depressão: navio a deriva


Teu subconsciente não é racional, nem sempre obedece tuas ordens. O único comando ao qual obedece é as suas programações. Se quer chegar num porto seguro, e acaba batendo no rochedo, podes reconhecer neste fato as programações que governam tua vida.
Teu subconsciente foi programado ao longo das eras, em especial pela vida familiar antes de que chegaras, na vida intrauterina, no ato de nascimento, na infância, adolescência e vida adulta. Até a hora da tua concepção, chamamos as programações de universais. A partir da hora da tua concepção as programações são individuais. O teu subconsciente responde sempre a estas programações.
A tua mãe te programou no útero materno. Ela não sabia que isso estava acontecendo. Pense então o que estava acontecendo na vida familiar quando você estava quase chegando. Aí está a resposta de grande parte de tuas programações atrapalhadas.