Buscar
  • Alejandro Francisco Rubio

Buscando as respostas desejadas para fazer as perguntas certas




Buscando as respostas desejadas para fazer as perguntas certas


A Lei da Criação diz que “o que se sente no interior, se projeta no exterior”.


A Mente Subconsciente, aquela besta rebelde, ou o robozinho que executa sua tarefa de forma automática prevalece sempre contra a vontade.


Na realidade o Universo sempre diz “SIM”, não ao que fala, mas ao que sente.


Por isso, quem se acha desastrado, nunca consegue fazer a coisa certa.


Quem sente a falta, a pobreza; não consegue dinheiro.


E quem pensa, pensa, pensa sobre as dificuldades em conseguir emprego, não o consegue.


A MENTE CRIA A REALIDADE.


E para saber como está o interior (sua mente) basta observar o mundo exterior.


A árvore se conhece pelos frutos.




O Universo nos apoia totalmente em cada pensamento que escolhemos ter e acreditar.

Colocado de outra forma, nossa mente subconsciente aceita tudo que escolhemos para acreditar, mas as duas formas significam que o que acredito sobre mim mesma e sobre a vida torna-se verdade para mim. O que você escolhe pensar sobre si mesmo e sobre a vida torna-se verdade para você. E nossas escolhas sobre o que podemos pensar são ilimitadas.

Sabendo disso, faz sentido escolher “Todos estão sempre dispostos a ajudar”, em vez de “tem gente querendo me pegar”.

Louise Hay – Livro: “Você Pode Curar Sua Vida”


Até aqui não há nada de novo.

A grande pergunta é como fazer para que a Mente Interior (Mente Subconsciente) faça sua tarefa robótica trazendo os resultados desejados. É impossível evitar a tarefa robótica, a mente subconsciente sempre trará como resultado aquilo que já está programado.

“Tantos anos tentando e tentando, para não conseguir sair de onde comecei!”

Existe uma solução:

Primeiro, determine onde deseja chegar. Se você não souber onde deseja chegar, não vale qualquer esforço. Qualquer lugar de chegada é bom para quem não assume o comando de sua vida.

Segundo, acredite que você consegue. Vivencie cada instante como se o seu desejo já foi realizado.

É simples, é uma linha reta. A menor distância entre dois pontos é uma linha reta.

Não existem fórmulas mágicas.

Não desvie sua atenção do seu objetivo.

Aqui reside o maior problema, como evitar os desvios de atenção.

A mente é naturalmente inquieta e observa em primeiro lugar as ameaças, aquilo que assusta; colocando essa realidade no mundo material. Aquilo que foi vivenciado e sentido como real por meio de medo, da raiva, ou da tristeza torna-se real na vida. As crenças, assim como qualquer evento vivenciado sob emoção passam a fazer parte da realidade. Por isso é muito importante pensar somente em coisas boas.

Um antigo conhecimento oriental diz que aquilo que se observa cresce, ganha força, ganha massa e se transforma em realidade. A realidade somente existe enquanto se coloca a atenção sobre o evento observado.

O universo abrange todas as situações, ele aparece na tela da mente como infinitas possibilidades. A tarefa é apenas fazer a escolha. A mente atrai ao mundo real qualquer fato ou evento que o indivíduo possa conceber, sempre na exata coincidência com aquilo que se acredita ser real.

O que achas da vida? Está presente no teu mundo material (conforme teu mundo interior).

O que achas do amor? Está presente no teu mundo material, tal qual tua crença.

O que achas das pessoas abundantes? Conforme o que pensas sobre elas, atrairás ou afastarás a abundância da tua vida.

Achas que as pessoas abusam de você? Isso é exatamente o que encontrarás no teu mundo exterior, você como escravo sendo abusado.

Achas que as pessoas são boas e colaboram com a tua vida? Elas estão presentes ao teu serviço.

Toda vez que pensamos em coisas, as atraímos a nossa vida.

Se pensamos em coisas ruins, elas chegam até nós.

Se pensamos em coisas boas, elas começam a chegar.

O medo a perder (ou a derrota) atrai mais situações de perdida (ou derrota). A mente subconsciente busca sempre nossa proteção, e passa a pensar apenas na falta. Se você experimenta a emoção da falta, a atrai a sua vida.

Os sentimentos de amor e de alegria criam situações dentro desse contexto. Sentir-se abundante, atrai as coisas boas da vida. Uma pessoa abundante atrai ao seu mundo material todo tipo de situações sempre em harmonia com o que sente.

Acreditar na carência, atrai mais disso mesmo no qual se acredita.

Qual pode ser a estratégia para atrair aquilo que desejamos na nossa vida?

Para mudar a realidade, deve-se mudar as crenças.

Para sua mente se tranquilizar você deve enviar a mensagem de que aquilo que você deseja já se realizou, está na sua vida aqui, no presente. Essa informação acalma sua mente, e você pode vivenciar sua nova realidade com calma e paz interior. Por isso o sentimento de gratidão é tão importante. Você não agradece por aquilo que ainda não está presente na sua vida, quando agradece a força criadora da mente atrai a situação pela qual você se sente grato.

Você está pensando agora: Eu não consigo dominar a minha mente, somente penso coisas ruins a respeito da vida, dos meus semelhantes e de mim mesmo.

Ou melhorando a resposta: deve-se pensar apenas naquilo que nos faz bem, que traz conforto, bem-estar e prazer. E o guia emocional, em busca das emoções elevadas está em nosso próprio corpo.

Sentir no corpo mal-estar é um indicativo de que o que está acontecendo, ou sendo previsto como iminente é ruim para a vida de quem sente isso. Sentir emoções de medo, raiva ou tristeza é indicativo para a mudança de pensamento, e como tal mudar o rumo da vida.

Deve-se prestar atenção ao guia emocional do corpo, e fazer as escolhas dos pensamentos.

Mesmo sendo consciente da necessidade de fazer a escolha dos pensamentos positivos, arrastramos pela vida uma cacofonia de pensamentos destrutivos. Quando se busca um pensamento de maior qualidade, o que se consegue como resposta é um pensamento negativo, baseado na história anterior de vida.

É uma proteção da mente subconsciente que deseja apenas a continuidade da vida.

Ser feliz não faz parte das formulações dos programas de proteção da mente subconsciente.

Uma ótima forma de conseguir os pensamentos construtivos, das infinitas possibilidades, onde é possível fazer as próprias escolhas, são as AFORMAÇÔES.

Aformações são perguntas que convencem a mente, que já vive em uma realidade.

E por que elas são mais poderosas que as afirmações? Porque quando fazemos a pergunta a mente entende como uma verdade.

Ao fazer uma afirmação, por ocasiões se têm respostas que não confirmam o teor da própria afirmação.

Na Aformação, é possível buscar em primeiro lugar a resposta, para então formular a pergunta certa.

As Aformações são indicadas quando uma pessoa tem dificuldade em acreditar nas próprias afirmações positivas. Quando uma crença limitante foi formada e já está tão arraigada, encruada, que a mente racional passa a criar uma série de meios de resistência contra qualquer tentativa de reprogramação.

Por exemplo, quando uma pessoa diz: “Eu sou rico” e a mente racional, lá no fundo responde baixinho: “Não. Você não é rico. Olhe ao redor”

E sim, nesses casos é muito difícil acreditar em coisas positivas, se a própria pessoa está desacreditada.

Por isso que as Aformações são muito mais eficazes.

Em vez de dizer que você já é rico, faça perguntas que obriguem a sua mente a procurar por respostas que fortaleçam a nova crença.

Por exemplo: Em vez de afirmar: “Sou Prospero!“, pergunte: “Por que sou tão próspero?

E veja como a sua mente começará a procurar por respostas positivas.

Se alguém declarar: “Eu sou feliz”; precisa ter uma autoestima elevada ou estar num nível emocional elevado para confirmar esta declaração. E o pior é que nenhuma mudança na vida acontece. O interior tem uma crença, não acredita na felicidade.

Se a resposta que desejo é do tipo: “eu sou feliz pois desfruto de bem-estar emocional, das amizades certas, de um relacionamento adorável, de uma família agradável”.

É possível dirigir a si mesmo uma pergunta orientada para a resposta desejada:

“Por que eu sou feliz?”

Como resposta se recebe alguns argumentos muito interessantes:

Sou feliz por estar vivo;

Tenho abundância de recursos e relacionamentos;

Desfruto de bem-estar emocional;

Tenho uma ótima família e na presença deles me sinto completo;

Agora mesmo estou aqui elaborando este texto. Para escrever deve-se ter a certeza de conseguir expressar a mensagem certa para envolver o leitor (ou o ouvinte) num caminho de raciocínio lógico que busca resultados chamando a atenção para o conteúdo e sua aplicação prática.

Se pensar em alguma declaração (afirmação) do tipo:

sou um bom comunicador;

me expresso com clareza;

as palavras fluem na ordem certa;

Recebo como resposta da mente subconsciente uma informação baseada nas dificuldades de minha história, não nas possibilidades, e sim apenas naquilo que eu não poderia.

Nesse momento posso elaborar a pergunta certa para obter as respostas corretas:

Por que eu sou um ótimo escritor?

Passo a ouvir as respostas que eu desejo:

Porque eu tenho ótimas experiências práticas para compartilhar;

Porque eu sempre me interesso no assunto para poder explicar sob um ponto de vista diferente;

Porque as ideias fluem na mente com rapidez;

Porque as pessoas entendem meu conteúdo; Porque sempre gostei de escrever etc.