Buscar
  • Alejandro Francisco Rubio

DROGAS, COMPULSÕES E DEPENDÊNCIAS


Muito se fala do problema das drogas, do alcoolismo, da pornografia, dos medicamentos que geram dependência, da internet e os programas sociais. Eles são apresentados como os vilões do tempo atual. Saiba que o causante destas dependências é um amigo seu muito íntimo: seu cérebro. Teu cérebro é uma usina de energia comparável a um trio elétrico baiano em pleno carnaval. Como tal requer extrema regulagem do seu sistema que conduz a manter a temperatura corporal (homeostase) e evitar a dor, ou seja manter a saúde. Para tal funcionamento adequado precisa ter o combustível sempre disponível, e o faz produzindo endorfinas, que são consideradas os “hormônios do bem-estar”. E quando não tem esse combustível disponível, o teu cérebro entra em carência e pede desesperadamente “prazer”. Se você identificou em algum momento da tua vida prazer (ou bem-estar) num desses elementos: cigarro, drogas, medicamentos, pornografia, alimentos, compras, jogo; no momento em que o cérebro entra em carência cai na compulsão, que é uma necessidade extrema de sentir-se gratificado que dura muito pouco, apenas minutos. Teu cérebro não discute o valor real que possa ter qualquer droga, alimento ou bebida. Ele simplesmente aproveita aquela energia extra que serve para seguir em frente, e fica muito desconfortável nos minutos seguintes, gerando mais ansiedade, pedindo: dá-me mais! Esse é o destino de quem cede a uma compulsão, seja ela do tipo de que for: o ser se sente pouco valioso, sua autoestima cai, e passa a sentir culpado por não ter resistido. Estamos frente a uma resposta automática do subconsciente, que executa sempre a sua tarefa sem te perguntar se é isso mesmo que você quer. Ele vai repetir ao infinito sua estratégia! 

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo