EQUILÍLIBRIO MENTAL E

CORONA VIRUS (COVID 19)

Um dos postulados básicos para  entender o funcionamento da mente é o seguinte: uma das funções mentais (a mente subconsciente) tem como objetivo a proteção da vida.

Perante qualquer ameaça, ela vai tomar conta da situação e produzir comportamentos atrapalhados, tais como ansiedade, depressão, pânico, medo em excesso, chegando a perturbações extremas que podem exigir o internamento, e até a provocar o suicídio.

Todo ser humano sofre com este panorama, o maior ou menor grau de sofrimento se justifica assim:

  1. Quantidade de ameaças a sobrevivência vivenciadas na sua vida, todas elas registradas num banco de dados onde nenhuma informação se perde. Por isso, saber quais são as ameaças que sofreu durante a vida intrauterina, o processo do nascimento e a primeira infância é útil para a compreensão do problema. Lembremos que a pessoa não guardou estas informações na mente consciente, apenas na mente subconsciente;  e que esta é a mente que governa nossa vida. Ou seja, a pessoa em crise não sabe qual é a causa do seu aparente descolamento da realidade, não sabe a causa do sofrimento.

2. A forte emoção com que as ameaças foram registradas. A emoção é uma força formidável que dispara ou acalma as defesas. Para quem vivenciou as ameaças com profunda emoção (por parte dela ou dos outros envolvidos na situação) os reflexos no dia-a-dia são mais evidentes. E a simples manifestação de algum perigo (seja real ou imaginário) coloca a mente num circuito de alta velocidade tentando resolver o problema.

3. A observação dos fatos no tempo presente, visto que a ameaça está aí. Está nas notícias na tv, na maçaneta da porta do lugar público que eu vou tocar, está no ar que respiro, na mão que não quero mais apertar, no espirro do vizinho. E ela é uma ameaça lenta, que drena nossa energia vital. O pior medo que existe é do desconhecido, e o vírus além de ser desconhecido parece estar em todas partes. Assim, nossa mente percorre todos os cenários possíveis em forma preventiva, e não consegue se desligar.

COMO SOBREVIVER?

Não se trata de negar os fatos. O melhor que pode ser feito agora é prevenir-se e continuar a vida prestando atenção as coisas maravilhosas que acontecem ao nosso redor.

Desligue a TV que insiste em dizer a toda hora: VOCÊ VAI MORRER!

Pare de enviar avisos de novas ameaças. FAKE NEWS mata mais que o covid19

Toda precaução é pouca, mais em extremo deixa todo mundo doente.

Por isso: cante, dance, assista filmes, dê risada, fale com amigos de forma virtual.

Proteja-se e continue sorrindo.

Assim, quando ele chegar, você nem vai saber que passou por aqui.

QUER APRENDER MAIS SOBRE AS AMEAÇAS A SOBREVIVÊNCIA E COMO ELAS AFETAM O COMPORTAMENTO?
DEPRESSS.png

Alejandro Francisco Rubio - Hipnoterapeuta e Parapsicólogo Clínico. Presidente da ABPSIG (Associação Brasileira dos Parapsicólogos Clínicos do Sistema Grisa) sob o número 586. Atende na rua Frida Oertel, 6 - Mercês. Curitiba - PR.

Também faz atendimentos on-line, com a mesma eficácia do atendimento presencial.

Contato                  (041) 998093548 

    

                                2020 por ALEJANDRO RUBIO

 

Sou Hipnoterapeuta e Parapsicólogo Clínico do Sistema Grisa. Minha especialidade é trabalhar com todos os conteúdos baseados no poder da mente humana. Quando você tenta fazer uma coisa e não consegue o resultado desejado, é porque está atuando a tua mente subconsciente, a qual deseja apenas te proteger!

Somente a compreensão da forma do funcionamento da poderosa mente humana pode te levar aonde você deseja. Nos meus escritos e vídeos uso estes conhecimentos para te orientar na direção de conseguir manifestar no mundo real, todo o que desejes no mundo interior.

O mundo exterior é sempre uma projeção do mundo interior.

  • LinkedIn ícone social
  • YouTube ícone social
  • Facebook Black Round
  • Instagram - Black Circle